Às 23h45 do dia 18 de janeiro de 2021, Eloína Gonçalves Born, aos 99 anos, tornou-se a primeira idosa vacinada contra a Covid-19 no Rio Grande do Sul. Nesta semana, a comemoração será dupla: o Estado comemora seis meses do início da imunização, com 67,3% da população acima de 18 anos já vacinada com pelo menos uma dose, e os 100 anos da dona Eloína, que faz parte dos 29,8% que já está com o esquema vacinal completo.

Para comemorar a data, a moradora do Residencial Geriátrico Donna Care, na capital, foi conhecer outro aniversariante centenário, o Palácio Piratini, onde foi recebida nesta quarta-feira (21/7) pelo atual morador, o governador Eduardo Leite.

“Seja muito bem-vinda. É um prazer revê-la, principalmente assim, com saúde”, disse o governador. “A senhora comemora aniversário junto com a minha mãe, no dia 24 de julho. É uma leonina, guerreira como um leão mesmo”, completou.

“Obrigada. Todo dia acordo com uma dor aqui, outra ali. Mas está tudo bem, estou com saúde”, respondeu a bem-humorada aniversariante.

O encontro foi promovido pelo Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (Sindihospa), que, por meio do Núcleo de Residenciais Geriátricos – Moderna Idade, intermediou a escolha de Eloína para ser a pioneira da vacinação no RS.

“A dona Eloína é um símbolo da importância da vacinação. Os números mostram: quanto mais avançamos na imunização, temos menos casos, hospitalizações e óbitos. Aos poucos, vamos superando a pandemia”, celebrou o presidente do Sindihospa, Henri Siegert Chazan. A homenagem no Salão Negrinho do Pastoreio contou com outros atrativos especiais: o soldado Emanuel Marengo, saxofonista da Banda de Música da Ajudância Geral da Brigada Militar, comandou um “Parabéns a você”, além de um bolo especial e uma orquídea. Em seguida, dona Eloína pediu para o músico tocar uma canção “animada” e Marengo tocou “Cheia de Manias”, do Raça Negra.

Encantada com as obras de arte de Aldo Locatelli, a primeira gaúcha vacinada contou que ainda não conhecia a sede do governo do Estado, cujos 100 anos foram comemorados em maio deste ano.

“Mas a senhora é muito mais bonita que o Palácio. Obrigado pelo carinho da sua visita e continue firme, pois a senhora é um exemplo para muita gente”, disse o governador.

A idosa que, logo após receber a primeira dose deixou como mensagem a todos os brasileiros que todos deveriam se vacina, pois “não iam se arrepender”, se disse satisfeita com as notícias que vem acompanhando. “Fico feliz de ver que tanta gente veio depois de mim”, afirmou Eloína.

Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui