Sempre atenta à população mais vulnerável, PRF incentiva rede de apoio em todo o país

Diante das necessidades causadas pela pandemia do coronavírus, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), através da campanha Estrada Solidária, pretende formar uma rede de apoio em todo o país. O objetivo da ação, que iniciou no dia 30 de junho e vai até 8 de agosto, é arrecadar alimentos para doar a quem esteja em situação de vulnerabilidade.

Qualquer pessoa ou empresa poderá ajudar na campanha doando alimentos não perecíveis. Os pontos de coleta são as unidades da PRF. Os alimentos arrecadados serão entregues para entidades da região cadastradas no Programa Pátria Voluntária, que é vinculado ao Ministério da Cidadania.

Na região, os pontos de coleta são:
PRF em Sarandi: BR 386, km 136 – fone (54) 3361-2100
PRF em Seberi: BR 386, km 51 – fone (55) 3746-1281
PRF em Passo Fundo: BR 285, km 293 – fone (54) 3313-2225
PRF em Erechim: BR 153, km 38 – fone (54) 3504-6656
PRF em Lagoa Vermelha: BR 285, km 196 – fone (54) 3313-2225

Então é o seguinte, a PRF está com um trabalho de mobilização nacional de doação de alimentos para aquelas pessoas mais vulneráveis, levando-se em conta a pandemia, juntamente com a chegada do frio, e considerando o nosso inverno rigoroso aqui no sul, queremos arrecadar o máximo que pudermos de alimentos em doação, pra que essas pessoas em situação de vulnerabilidade tenham um alento e consigam atravessar o inverno com mais dignidade.

Pra isso, queremos contar com a parceria com os órgãos de imprensa pra divulgação da campanha, para que as pessoas sofram o menos possível neste inverno com a fome (e também com o frio, uma vez que também temos em andamento, paralelamente, a Campanha do Agasalho, na qual já arrecadamos e repassamos à assistência social dos municípios-sede atendidos pela PRF milhares de peças de roupas, calçados e cobertores). O objetivo é que as pessoas se sensibilizem e doem alimentos.

Para ilustrar o engajamento da PRF nas ações de solidariedade, seguem fotos das entregas da Campanha do Agasalho realizadas nos meses de junho e julho e também os cards da campanha Estrada Solidária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui