A prefeitura de Lagoa Vermelha está trabalhando desde a noite de ontem, dia 1, no levantamento dos danos causados pelo temporal. O trabalho está sendo realizado em conjunto com a Defesa Civil, Secretaria de Obras, Secretaria do Planejamento, Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Secretaria da Administração e Departamento Jurídico do município, além da Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente, com a verificação de possíveis danos em estradas do interior.

Até agora, foram contabilizadas 32 residências atingidas pelo temporal, com alagamento total ou parcial. De acordo com o Coordenador da Defesa Civil do município, Admilson Ferreira da Silva, as ruas mais atingidas estão localizadas nos bairros Rodrigues, onde teve maior concentração de residências alagadas, entre elas, a Rua Pedro Balen e Rua Piauí; bairro Gaúcha e bairro Boa Vista. Na Rua Tiradentes, Rua do Tanque, Rua Borges de Medeiros e ruas localizadas no centro da cidade, como a Avenida Afonso Pena, também foram constatados danos causados pela intensidade das chuvas.

Apesar dos danos materiais, não foram encontrados feridos nos locais. O levantamento dos estabelecimentos comerciais atingidos ainda está sendo realizado.

Ainda conforme o coordenador da Defesa Civil municipal, a principal causa dos alagamentos foi o grande volume de chuva, que chegou a 112mm em menos de duas horas. Com isso, a rede de drenagem das ruas acabou não suportando a intensidade da água. Por conta dos estragos, o município deve decretar situação de emergência.

“Os dados oficiais do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), mostrou 112mm, mas marcadores aqui da cidade, esses de lavoura, chegaram a marcar 220mm), relatou Admilson, coordenador da Defesa Civil Municipal.

Devido ao acúmulo de barro e esgotos trancados, muitas ruas foram isoladas. A Secretaria de Obras e Viação realizou uma força tarefa, com a divisão dos servidores em três equipes, e já está trabalhando no reparo das vias.

Entre as ruas isoladas até agora estão:

– Rua José Bonifácio com a Presidente Vargas

– Rua Presidente Vargas, próximo ao Ferri Auto Peças

– Rua José Castellano

– Rua Maturino de Oliveira

– Rua Cesário de Carvalho Quita com a Rua Frei Humberto

– Córrego da Oliveira, em direção ao bairro Boa Vista

Doações

Muitas famílias tiveram suas casas destruídas em decorrência do temporal, ficando até mesmo desabrigadas, e agora contam com o apoio de familiares e amigos.

Para auxiliar essas famílias, a prefeitura, através da Secretaria de Ação Social e Habitação e Defesa Civil, está realizando a arrecadação de doações, principalmente de colchões, cobertores, móveis e alimentos. Visando evitar aglomerações, quem deseja ajudar, deve entrar em contato com a Defesa Civil, através do telefone e WhatsApp, (54) 99688-7233, ou então, realizar a doação diretamente para as pessoas que necessitam.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui