Lançamento do livro “1893, Sangue na Lagoa Vermelha: Episódios da Revolução Federalista no Rio Grande do Sul” será no dia 16 de junho

No próximo dia 16 de junho, sexta-feira, às 19h, a Câmara de Vereadores de Lagoa Vermelha será palco do aguardado lançamento do livro “1893, Sangue na Lagoa Vermelha: Episódios da Revolução Federalista no Rio Grande do Sul”.

Escrito pelo professor, cientista político e colunista da Folha Cláudio Júnior Damin, a obra apresenta uma pesquisa detalhada sobre a Revolução Federalista (1893-1895), um conflito marcado por violência, ódios partidários e vinganças que resultaram em uma guerra civil fratricida.

Com base em extensa pesquisa documental, o autor resgata episódios até então desconhecidos dessa guerra que ocorreu há 130 anos. A narrativa do livro desvenda os horrores da Revolução Federalista, abordando o medo da degola que aterrorizava tanto a população civil quanto os combatentes.

O livro traz à luz momentos marcantes da história do Rio Grande do Sul, destacando o rastro denso de sangue, sofrimento e dor deixado pelo conflito em Lagoa Vermelha, Vacaria e na Serra Gaúcha.

Além disso, “1893, Sangue na Lagoa Vermelha” revela os principais líderes e as características da campanha militar. O livro apresenta 33 episódios reais que detalham a dinâmica do conflito, os combates em Lagoa Vermelha, Vacaria e na Serra Gaúcha, bem como o sítio da vila lagoense por 900 maragatos. Com mais de 80 fotografias, desenhos e ilustrações, a obra proporciona uma experiência imersiva aos leitores, aproximando-os dos acontecimentos históricos.

O lançamento do livro “1893, Sangue na Lagoa Vermelha” é um evento aberto ao público, proporcionando a oportunidade para os interessados mergulharem nessa parte importante da história gaúcha. Através dessa obra, Cláudio Júnior Damin resgata memórias esquecidas e contribui para a preservação e compreensão dos eventos que moldaram a nossa região.

Foto: Divulgação

Facebook
Twitter
WhatsApp
Posts Recomendados