Lagoa Vermelha recebe viatura da Brigada Militar para patrulhamento da área rural

O governador Eduardo Leite, acompanhado pelo secretário da Segurança Pública, Sandro Caron, anunciou, nesta segunda-feira (28/8), a criação da Delegacia Online para crimes rurais e a instalação de mais três unidades das Delegacias de Polícia Especializadas na Repressão aos Crimes Rurais e ao Abigeato (Decrab).

Durante a cerimônia, realizada na Casa da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), também foi feita a entrega de 15 viaturas para reforço do patrulhamento rural da Brigada Militar. Os investimentos têm como objetivo expandir o combate ao crime de abigeato no Estado.

Em sua fala, Leite lembrou que a expansão de investimentos e melhorias na segurança pública, área que ocupa um lugar importante nas ações do Estado, só foi possível devido ao equilíbrio das contas.

“É fundamental que o Estado se faça presente para proteger o patrimônio, para que quem empreende aqui tenha a certeza de que os resultados do seu esforço e de seu empreendimento não serão perdidos devido à ausência do governo do Estado”, disse o governador. “O governo tem devolvido para a sociedade, por meio de um esforço de equilíbrio das contas, investimentos nas estruturas e no capital humano das forças de segurança.”

Entre as novidades anunciadas no evento, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) apresentou a Delegacia de Polícia Online do Agro (Agrodol), que fará parte do site da Delegacia Online. Com o serviço, o cidadão poderá registrar abigeatos, roubos, furtos, alterações de limites divisórios, além de outras ocorrências relativas a fatos transcorridos nas zonas rurais. Um vídeo explicativo foi apresentado, demonstrando o funcionamento da ferramenta e prestando orientações.

Outro lançamento feito pela SSP foi a instalação de mais três Delegacias de Polícia Especializadas na Repressão aos Crimes Rurais e ao Abigeato (Decrab). As unidades serão instaladas nas cidades de Osório, Santa Maria e Vacaria, se somando às já existentes em Bagé, Alegrete, Camaquã e Santo Ângelo.

Na ocasião, também foram entregues 15 novas viaturas para a Brigada Militar, que serão destinadas a reforçar o patrulhamento das áreas rurais. Os veículos foram adquiridos com recursos oriundos do Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (Piseg) e de emendas parlamentares. Conforme o Censo Agropecuário de 2017, no Rio Grande do Sul a atividade agropecuária representa 77% da área total do Estado.

“Garantir a segurança no campo é fundamental para estimular o desenvolvimento agrário, ainda mais no Rio Grande do Sul, que tem agronegócio em seu DNA. Além de expandir as delegacias especializadas e online, também reforçamos o atendimento na ponta, ampliando o patrulhamento ostensivo e preventivo”, destacou o titular da SSP, Sandro Caron.

As novas viaturas serão repassadas para os municípios de Cachoeira do Sul (2), Capão do Cipó, Dois Irmãos, Entre Ijuís, Gramado, Lagoa Vermelha, Palmeira das Missões, Santiago, Porto Alegre, Canela, Caxias do Sul, Ametista do Sul, Tucunduva e Paraíso do Sul. Foram investidos mais de R$ 5,7 milhões para aquisição dos veículos zero quilômetro semiblindados de modelo Mitsubishi L200 Triton.

“Promover a segurança e a paz no meio rural para homens e mulheres é uma das nossas bandeiras. O Legislativo, o Executivo, a Farsul e as forças policiais trabalham em sinergia por um agro mais forte, seguro e pujante”, afirmou o líder do governo, deputado estadual Frederico Antunes.

Além da entrega dos veículos, a BM também vai trabalhar na capacitação do patrulhamento rural em Santana do Livramento e Santa Maria.

Redução histórica dos crimes de abigeato

O Rio Grande do Sul vem registrando significativas melhoras nos índices relacionados aos crimes de abigeato. De 2019 a 2022, houve uma redução de 10% nesse tipo de crime. Em 2023, de janeiro a julho, a diminuição foi de 14% em comparação com mesmo período do ano passado.

A queda desses números está relacionada à atuação das forças de segurança no combate aos crimes rurais. Por parte da Brigada Militar, é conduzida a Operação Agro-Hórus, com atuação em 137 municípios e na faixa de fronteira, para combater os delitos rurais e prevenir e repreender ocorrências contra os crimes transfronteiriços. Por parte da Polícia Civil, entre janeiro e julho deste ano, já foram realizadas mais de 30 ações, que resultaram em 25 prisões e na recuperação de quase 890 animais.

Foto: Maurício Tonetto

Facebook
Twitter
WhatsApp
Posts Recomendados