Governo do Estado lança dois programas para beneficiar pessoas em situação de vulnerabilidade social

O governador Eduardo Leite e o titular da Secretaria de Assistências Social (SAS), Beto Fantinel firmaram, na manhã desta quarta-feira (16/8), dois acordos que têm como objetivos capacitar e preparar pessoas em situação de vulnerabilidade para terem acesso ao ensino superior e para empreenderem.

O programa Universitário do Amanhã, em parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), oferecerá 3000 vagas em cursos preparatórios a distância para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A segunda parceria, com a organização não governamental (ONG) Aliança Empreendedora, prevê que a entidade ofereça, no triênio 2023 e 2025, cursos de qualificação com foco em empreendedorismo e finanças.

O governador ressaltou a importância da atuação dos municípios para garantir o sucesso dos programas. “É muito importante a parceria com os municípios. São eles, lá na ponta, que vão ajudar o governo do Estado a garantir as condições de efetividade dos programas lançados hoje. Os municípios vão fornecer a estrutura necessária e fazer a mobilização dos estudantes, bem como estar próximos daqueles que necessitam de um acompanhamento especial, mais dedicado”, afirmou Leite .

Universitário do Amanhã

Coordenado pelo Departamento de Políticas para a Juventude da SAS, o programa Universitário do Amanhã tem como objetivo ampliar o acesso de jovens ao ensino superior. Serão disponibilizadas 30 vagas em cursos preparatórios a distância para que jovens em situação de vulnerabilidade de municípios com menos de 25 mil habitantes possam se preparar para a prova do Enem.

Fantinel lembrou que muitas vezes o Estado perde esses jovens, pois, muitas vezes, eles saem do ensino médio sem trabalho e sem um processo de qualificação. “Com o foco na educação, a ideia é darmos oportunidades aos mais vulneráveis. Faremos um piloto que pretende atender a 3000 jovens, para que possam se preparar e terem sucesso nas provas do Enem. Assim, eles serão incluídos pelo conhecimento e terão a oportunidade de se qualificarem ao entrar para a universidade”, detalhou.

Para o presidente em exercício do CIEE-RS, Ronaldo Sielichow, o foco no indivíduo é essencial para trazer melhorias para a comunidade como um todo. “Nós temos que dar atenção às pessoas. Tudo acontece através das pessoas. Por isso, colocamos o CIEE à disposição o governo do Estado neste e em inúmeros programas com foco nas pessoas. Juntos, nós faremos bem mais, e melhor ,para toda a comunidade do nosso Estado”, afirmou.

Parceiro do programa, o CIEE auxilia o ingresso de jovens e estudantes no mercado de trabalho, oferecendo oportunidades de desenvolvimento profissional e promovendo iniciativas focadas na inclusão social.

Empreender Social RS

O programa Empreender Social RS irá oferecer 15 mil vagas para a capacitação de micro e nanoempreendedores de todo o Estado, fomentando a geração de renda e possibilitando maior autonomia por meio do empreendedorismo. Além disso, o programa permite a inclusão do público da Política de Assistência Social no mundo do trabalho. As capacitações serão executadas pelas prefeituras e organizações da sociedade civil que firmarem Termos de Compromissos com a SAS.

Foto: Gustavo Mansur

Facebook
Twitter
WhatsApp
Posts Recomendados