Força-tarefa envolve cerca de 100 apenados e possibilita doação de 750 pares de tênis a atingidos pelas enchentes

O trabalho realizado por apenados do Complexo Prisional de Canoas, no último final de semana, possibilitou a doação de 750 pares de tênis para os moradores atingidos pelos temporais no Rio Grande do Sul.

O material, oriundo de apreensões da Receita Federal de Santa Maria, passou por um processo de remoção da marca falsificada. O trabalho mobilizou cerca de 100 pessoas privadas de liberdade da unidade prisional.

Após quase duas horas de trabalho, os pares foram finalizados e devidamente encaixotados para serem entregues às vítimas dos municípios mais afetados, em especial, da região do Vale do Taquari.

Atualmente, o Complexo Prisional de Canoas possui termo de cooperação com 14 empresas, que desenvolvem atividades nas áreas de marcenaria, reciclagem de lixo e de lixo eletrônico, costura e construção de container. O convênio para trabalho contempla 220 apenados da unidade.

Para a descaracterização das marcas dos tênis, especificamente, alguns cooperados foram selecionados para se concentrarem na tarefa, retirando qualquer indicativo de logotipo ou etiqueta. Depois, os calçados foram embalados novamente, ficando prontos para o destino final.

Além de possibilitar o desenvolvimento de novas habilidades e a remição da pena, a ação permitiu aos apenados auxiliar no trabalho de ajuda humanitária aos desabrigados.

Foto: Divulgação Susepe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Posts Recomendados