O governador Eduardo Leite entregou, na quarta-feira (28/7), um conjunto de linhas de distribuição de energia elétrica, de rede trifásica, para o município de David Canabarro. É a primeira entrega do programa Energia Forte no Campo, iniciativa do governo do Estado, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema).

Com 7 quilômetros de extensão, a linha de distribuição beneficiará 16 famílias de produtores rurais. O investimento foi de R$ 656.950.

“Energia forte garante que toda a capacidade produtiva de famílias que estão produzindo na zona rural possa virar efetivamente renda. Muitas famílias encontram na limitação da capacidade energética um obstáculo para produzir mais. O programa vem nessa direção: uma parceria com as cooperativas, na qual o Estado entra com subsídios, para alavancar investimentos e viabilizar a instalação das redes, para que a energia que está dentro das propriedades seja atendida com energia forte para gerar riqueza. Faz muita diferença na vida das famílias e, sem dúvida, para o Estado todo”, explicou o governador. Outras duas obras, nos municípios de Camargo e Santo Antônio do Palma, também já estão concluídas, com investimentos de R$ 617.876 e R$ 972.231. No total, 28 famílias (contando as 16 de David Canabarro) serão beneficiadas.

Leite garantiu que o programa será mantido e ampliado. “Estamos investindo também em infraestrutura viária, em energia elétrica, porque agora o Estado tem capacidade de fazer esses investimentos. É com estrada, energia e segurança que conseguimos falar em desenvolvimento. Vamos liberar a energia represada na casa das famílias, liberar energia para que a região se desenvolva graças à capacidade dos produtores”, reforçou.

O investimento nas três redes, de cerca de R$ 2,2 milhões, é tripartite: 20% do governo do Estado, 10% dos municípios e 70% das permissionárias e dos produtores.

“É uma alegria muito grande estarmos nesse lançamento das primeiras obras desse programa, que traz mais desenvolvimento ao nosso produtor, àquele que gera riqueza indispensável para a vida, que alimenta a vida. E a energia é tão importante e alimenta os empreendimentos, tão necessária para que tenhamos vida”, celebrou o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Luiz Henrique Viana.

Os trabalhos nas três cidades foram executados pela Cooperativa de Geração e Distribuição de Energia Elétrica (Coprel). “Quero destacar a importância do gesto do governador de estar aqui conosco nesse momento importante. Temos a missão de mudar a vida das pessoas. Estamos juntos nessa caminhada de dar esperança às pessoas do interior. Vocês não imaginam o impacto de uma rede trifásica para uma família de David Canabarro. Estamos dando um salto de renda nas propriedades”, garantiu o presidente da Coprel, Jânio Vital Stefanello.

O ato contou com a presença da presidente da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), Marjorie Kauffmann, do deputado estadual Paparico Bacchi, representando a presidência da Assembleia Legislativa, do deputado estadual Mateus Wesp, do deputado federal Lucas Redecker e do prefeito de David Canabarro, Lauro Benedetti.
Energia Forte no Campo

O programa Energia Forte no Campo, lançado em agosto de 2019, prevê a qualificação das redes de distribuição de energia elétrica no meio rural. Isso inclui investimentos em obras de complementação de fases, reforço da bitola dos condutores, melhorias como substituição de postes de madeira por postes de concreto, reforma da rede elétrica, instalação de transformadores, modernização nos sistemas de proteção e segurança da rede e adequação dos níveis de tensão, qualificando o atendimento ao consumidor rural.

Na primeira fase, R$ 20 milhões estavam previstos, sendo R$ 11 milhões por meio de financiamento com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), com carência de até dois anos e prazo de dez anos para quitar o financiamento; R$ 4 milhões do governo do Estado; R$ 3 milhões de cooperativas; e R$ 2 milhões de prefeituras.

O contrato com a Coprel foi firmado em 21 de dezembro de 2020. O termo de cooperação técnica também foi assinado com a Cooperativa Regional de Desenvolvimento Teutônia (Certal) e a Cooperativa Regional de Energia Taquari-Jacuí (Certaja). No total, 39 projetos em 18 municípios foram selecionados.

Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui