Com composições próprias e releituras, SulPiano será disponibilizado ao público em 27 de outubro

Nem só de afastamentos delineou-se o período de distanciamento social: em alguns casos, ele aproximou caminhos para a materialização de sonhos. Afinal, quando tantas vozes silenciaram frente às incertezas no cenário artístico, o músico Diego Granza encontrou a inspiração necessária para expressar, no trajeto percorrido entre uma tecla e outra, o talento cultivado desde a faculdade. Ao unir as paixões pela Música Regional Gaúcha e pelo Piano Clássico, o artista traz, em SulPiano, uma requintada interpretação de ritmos como Milonga, Valsa e Chamamé.

Com lançamento marcado para o dia 27 de outubro, nas principais plataformas digitais – como Spotify, Deezer, Apple Music e Youtube -, o primeiro álbum apresenta, além de composições próprias, a releitura de obras de grandes compositores regionais e clássicos gaúchos. O anseio por explorar uma nova linguagem e alcançar um público diferente do usual, no entanto, despertou muito antes do início das gravações – realizadas, em julho deste ano, no Estúdio D, em Passo Fundo. “É o meu primeiro disco e, mesmo antes de lançá-lo, ele já é uma realização para mim. Foi uma experiência única, de intenso aprendizado e crescimento. É o que eu sempre quis: registrar o meu trabalho, o meu estilo musical”, salienta Diego.

Graduado em Licenciatura Plena em Música pela Universidade de Passo Fundo (UPF), Diego Granza é, atualmente, professor da Fábrica de Gaiteiros (instituto Renato Borghetti), em Lagoa Vermelha, e integrante do Grupo de Teatro Depois da Chuva. Além disso, em sua formação, por influência da família, estudou acordeom no Conservatório Palestrina, também em Lagoa Vermelha, tendo participado de bandas regionais e grupos folclóricos, com atuação no Brasil e no exterior.

Serviço
O quê? Lançamento do álbum SulPiano, de Diego Granza.
Quando? 27 de outubro de 2020.
Onde? Nas principais plataformas digitais.
Produção: Rafael Terres.
Músicos participantes: Augusto Dossa, Diego Guerro, Joel Caminho, Luiz Escobar, Rafael Terres e Tonho Junior.
Crédito das fotos: Stéfanie Telles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui