A Comissão de Constituição e Justiça aprovou por unanimidade na manhã desta terça-feira (6) o Projeto de Lei 282/2020, que institui a Rota do Mel dos Campos de Cima da Serra. De autoria do deputado Zé Nunes (PT), o projeto deve seguir para o Departamento de Assessoramento Legislativo que definirá a sua tramitação.

Os municípios dos Campos de Cima da Serra têm base econômica na agricultura, na pecuária e no turismo. Nessa região é produzido mel de qualidade por ser a região rica em natureza, com campos e área significativa de mata nativa. A produção do mel da região, portanto, está fortemente associada com as espécies nativas, devido à preservação do meio ambiente o que o distingue pela qualidade. “Na região se produz vários de tipos de mel com qualidade reconhecida no mercado nacional e internacional”, destaca Zé Nunes.

A região conta com organizações de apicultores como a Associação Cambaraense de Apicultores (ACAPI) e a Associação dos Apicultores dos Campos de Cima da Serra (APICAMPOS). A Rota do Mel dos Campos de Cima da Serra reunirá municípios em projeto de desenvolvimento territorial. Da mesma forma, está em processo de debate a Identidade Geográfica (IG) para a produção do mel da região. “A região constrói a sua economia e a sua identidade tendo a apicultura como setor importante e tem o potencial de ampliar a produção de mel e associar ao turismo e a gastronomia para gerar postos de trabalho e desenvolvimento. Este Projeto de Lei é uma sugestão da Associação dos Apicultores dos Campos de Cima da Serra (APICAMPOS)”, afirma Zé Nunes, que é coordenador da Frente Parlamentar da Apicultura e Meliponicultura da Assembleia Legislativa.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui