Close

Sign In

Close

Sono – Edição de Novembro de 2017

Os mistérios do sono vêm sendo estudados pela humanidade há séculos.
O sono é algo muito sério na vida das pessoas. Sono demais ou de menos pode acarretar uma série de dificuldades na vida e no trabalho.
Observamos que as pessoas que dormem menos de seis horas distinguem-se pelo otimismo, energia, produtividade, parecem mais ativos. Por outro lado, os indivíduos que dormem nove horas, parecem mais isolados e inseguros. Nossa modalidade de sono depende muito de fatores psíquicos e das circunstâncias do momento.
Há muitas pessoas que lamentam de insônia, mas quando se examina objetivamente observamos que seu sono é adequado. Há vários indivíduos que dormem apenas quatro horas por noite e não se queixam de “falta de sono”. Sabemos por observar na prática, que o cansaço matinal é mais frequente entre os jovens do que entre os mais velhos.
Quase todos os animais dormem e a privação do sono pode ser fatal, porque o sono é importante para o cérebro. O período mais longo que um ser humano ficou acordado, foi de onze dias e esse recorde está registrado do “Guinness Book”, e provavelmente não será quebrado, uma vez que, essa categoria foi eliminada por causa dos riscos que oferece á saúde. Depois de alguns dias sem dormir o ser humano começa a ter alucinações.
Uma função importante do sono é “consolidar memórias”. Depois de muitos estudarmos um bom sono ajuda na retenção dos conteúdos.
Dormir o suficiente, e com qualidade faz mais pela nossa saúde que simplesmente “recarregar a pilha” para mais um dia de batalha.


Comentários + Novo Comentário

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios