Close

Sign In

Close

Peeling químico. Sua pele livre das manchas – Edição de Fevereiro de 2014

Com o fim das férias e da exposição frequente ao sol, chegou a hora de correr atrás para “apagar” as manchinhas na pele que insistem em aparecer por causa da exposição (exagerada ou não) ao sol. Entre os tratamentos estéticos mais comuns, o peeling é uma das opções mais realizadas.

O que é

O peeling químico é um tipo de tratamento estético no qual aplica-se uma fina camada de ácidos sob a pele a ser tratada, com o objetivo de removê-la, promovendo o crescimento de uma nova camada superficial de pele.

mor 1

 

Para que serve o peeling químico
O peeling trata:
– cicatrizes e manchas de acne, cravos e espinhas;
– rugas finas;
– melhora o aspecto da pele, deixando-a mais lisa e viçosa;
– remove todos os tipos de manchas da pele (manchas de sol, sardas, manchas da idade);
– promove o rejuvenescimento.

mor tabela

 

Como é feito o peeling químico

O peeling químico é feito aplicando um ácido sobre a pele em forma líquida ou em forma de máscara. Pode-se utilizar vários tipos de ácidos, como, por exemplo, o ácido glicólico, ácido retinóico, ácido tricloroacético, ácido salicílico, ácido acético, lático, pirúvico e outros.

Resultados do peeling químico

Os resultados do peeling químico podem ser vistos à partir da primeira sessão de tratamento dependendo do caso, e a cada sessão a melhora é progressiva.

Após as sessões de tratamento, a pele fica mais sensível, avermelhada e descama. É aconselhado o uso de um bom hidratante, com protetor solar, que deve ser usado diariamente e recolocado sempre que a pele descamar.

Depois da descamação, a pele fica mais fina e com menos rugas, ocorre clareamento das manchas, devido a produção de uma nova camada de pele, de colágeno e elastina.

mor 3

 

morgana

Comentários + Novo Comentário

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios