Close

Sign In

Close

Jéssica Catapan – Edição de Novembro de 2013

Marcos Página 43

 

Profissão: Estudante de Administração e Maquiadora
Beleza masculina: Caio Castro
Música: Times Like These – Jack Johnson
Filme: Antes Que o Dia Termine
Viagem que gostaria de fazer: Las Vegas – EUA
Programa de TV que não perde: Nenhum
Lembrança da infância que sente saudades: Férias na casa da vó
Elogio inesquecível: O sincero
Uma vontade: Viajar pelo mundo
Em que situação perde o controle: Injustiça, mentira
O que já aprendeu na vida: A ter mais paciência, tudo vem no seu tempo
Estrada mais fácil para ser feliz: Viver o dia de hoje como se fosse o último
Regra para vencer: Nenhum obstáculo é tão grande se a sua vontade de vencer for maior
O mais belo dia: O dia de hoje
Maior felicidade: Estar com as pessoas que amo
Heroísmo: Meu pai
Mania: Ser perfeccionista
Amor: Essencial, sentimento inexplicável
Mentira: Desnecessária
Ciúmes: Inevitável, mas controlável
Melhor negócio: Aquele que for feito com segurança e honesto
Moda: Simples, mas com elegância
Gastronomia: Italiana
Perfume: Carolina Herrera
Time que torce: Internacional
Rádio preferida: Nenhuma específica, a que a programação me agrada
Eu sou assim: Sonhadora, inquieta. Nunca desisto do que realmente quero
Mensagem: Não, não dá pra ficar aí parado observando a vida passar na tua frente. Vai, acompanha ela. Seja esperto, esteja junto. Agarre tudo o que ela te oferecer. Temos tão pouco tempo para aproveitá-la. Que não percamos nada, nem sequer um segundo. Pois um segundo que se perde nunca mais é recuperado. Nunca mais voltará. Amanhã? Amanhã é incerto demais, longe demais, planos demais… A vida é hoje, é agora, é o presente. E se é presente, porque vamos guardar para usar amanhã? Você perde tempo demais preocupando-se com o que vão dizer ou pensar de você. Mas eu te digo: Para! Você é autor da própria história, os outros? São apenas figurantes… E você já viu figurante escrever o fim de alguma coisa? Então pronto. Então vai, se arrisca. Mostra que vai levar experiências boas deste mundo, e ruins também. Porque afinal, viver é tão bom e tão raro. As pessoas se contentam em simplesmente existir. Eu não, eu quero mais, sempre mais. Porque se a vida me permite mais eu haveria de aceitar migalhas? Tem medo do quê? De quem? Arrisque-se. O mundo pertence á quem se atreve a nele mergulhar de cabeça e coração. Não deixe as decisões para amanhã, aliás, não deixe nada para amanhã. Faça hoje, faça já. Enquanto você pensa vem outro e toma o teu lugar. Porque a vida nada mais é do que uma brincadeira da cadeira. Seja esperto, pois se você bobeia, alguém toma o teu lugar. Afinal, de uma hora para outra a música pode parar de tocar… Autora: Gih Monteiro

 

cleonice

Comentários + Novo Comentário

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios