Close

Sign In

Close

Grêmio a caminho da conquista de títulos – Edição de Junho de 2017

O Grêmio hoje joga o melhor futebol do Brasil, afirma o seu treinador Renato Portaluppi. E tenho que concordar com ele, pois o Grêmio acertou sua equipe com a saída por lesão de alguns titulares como: Marcelo Oliveira, Edilson, Jailson e Maicon e entraram em seus lugares: Léo Moura, Cortez, Michel e Arthur. Contando com a sorte e estrela, Renato encaixou o time e apostou na entrada do centroavante Lucas Barrios. O time ficou mais consistente na defesa e meio campo e Lucas Barrios se mostrou o centroavante que o Grêmio nas últimas temporadas não tinha, depois da saída de Barcos.

 

Na ala esquerda, onde o Grêmio tinha o seu lado mais frágil com Cortez, parou de levar gol e ganhou velocidade de atacar pela lateral. Com Marcelo Oliveira, o Grêmio ficava muito vulnerável em sua defesa pelo lado esquerdo e comprometia seus resultados. Pelo lado direito, com a entrada de Léo Moura, o Grêmio ganhou qualidade na saída de bola e apoio qualificado, mas Edilson tem mais vigor físico e velocidade. Pelo lado direito, com quem dos dois jogar, o Grêmio está bem servido, pois pouco muda com a troca.
A mudança mais acentuada foi à entrada do garoto Arthur no meio campo do Grêmio. Depois da saída de Wallace a equipe perdeu a qualidade de marcação e saída para o ataque. Jailson não conseguiu substituir Wallace à altura, ficou devendo. Com a entrada de Arthur, a equipe ganhou marcação, mobilidade e aproximação com os jogadores de ataque e principalmente a posse de bola.
Arthur é um jogador de poucos erros de passe e joga de cabeça erguida sempre procurando o passe em direção ao campo adversário, evita o passe lateral, isso dá velocidade nas jogadas de contra-ataque e sempre vai pegar o adversário com inferioridade numérica para defender. Na minha opinião, Arthur é o jogador mais importante para a equipe hoje. Com a entrada de Arthur, Ramiro que estava jogando como volante voltou a jogar na segunda função do meio campo, onde rende mais, e foi onde se consagrou no Grêmio desde a volta de Renato ao time.

 

 

Luan voltou a ser o jogador do ano passado, e Lucas Barrios, com a aproximação de Luan, Ramiro e Pedro Rocha, está fazendo os gols que faltavam para o ataque do Grêmio. E assim, o Grêmio como está jogando, com peças de reposição qualificadas em suas principais funções, se candidata a franco favorito para conquistas de títulos nesse ano. A estrela de Renato Portaluppi é muito grande, pois acertou o time sem precisar forçar qualquer situação, com a lesão dos titulares se viu obrigado a mexer no time e escalar Cortez, Michel e Arthur e Lucas Barrios foi opção dele.
O time do Grêmio está jogando com muita posse de bola, passes curtos e aproximação entre as linhas de defesa, meio campo e ataque e muita velocidade nos contra-ataques. Muita aproximação das linhas de defesa, meio campo e ataque fica mais fácil a marcação, cobertura e as roubadas de bola, por isso o Grêmio se credencia como a melhor equipe do futebol brasileiro atualmente, e com um jogo compacto entre linhas de defesa, meio campo e ataque, com passes curtos e aproximação para tabelas e jogadas pelas alas, o Grêmio, hoje, joga o melhor futebol do Brasil e tem como craque do time: Luan, que está gastando a bola. Se conseguir manter o grupo até o final do ano, com certeza, esse time vai ficar na memória dos gremistas e consagrar Renato Portaluppi como treinador.

Bate Pronto
*Enquanto o Grêmio está ponteando todas as disputas, o Inter, com um time milionário, não consegue dar uma cara de equipe para a sua torcida.
*Guto Ferreira não consegue dar um padrão do jogo para o time, se continuar assim vai aos trancos e barrancos até o final do campeonato.
*O Inter é um time desorganizado, sem padrão de jogo e com o elenco mais caro da série B. Um absurdo.

Memórias do Esporte

 


Comentários + Novo Comentário

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios