Close

Sign In

Close

Fibromialgia e exercício físico – Edição de Setembro de 2017

O que é Fibromialgia?

A síndrome da fibromialgia pode ser definida como uma doença reumática, não inflamatória, de etiologia desconhecida, que se manifesta no sistema músculo esquelética podendo apresentar sintomas em outros aparelhos e sistemas.Caracteriza-se por dor crônica generalizada, distúrbios do sono, fadiga, depressão, alterações de humor e dificuldade de concentração. A localização mais comum da dor é na coluna vertebral, nas cinturas escapular e pélvica e na parede anterior do tórax. De acordo o Colégio Americano de Reumatologia essa doença manifesta-se de forma prioritária nas mulheres com idade acima de 40 anos.

Exercício físico

Na fibromialgia os exercícios são particularmente úteis. No entanto nota-se que muitas pessoas com fibromialgia ficam desencorajadas a fazer atividades físicas, poupando os movimentos nos locais dolorosos por temerem um agravamento de seus sintomas. Esse raciocínio é errôneo pois, por meio de exercícios físicos, pode-se promover um relaxamento nos locais de dor, bem como uma melhora dos sintomas e da qualidade de vida. Os exercícios físicos na fibromialgia, além de promover um melhor condicionamento cardiovascular, atuam sobre o sistema musculoesquelético, ou seja, favorecem a mobilidade de grupos musculares que se encontram em contração prolongada, promovem o alongamento de tendões, melhoram o equilíbrio durante a marcha, enfim, fazem a pessoa sentir-se melhor e mais saudável.

Características dos programas de treino
*Frequência das sessões de musculação: duas a três vezes por semana para alunos iniciantes e de quatro a cinco vezes por semana para alunos avançados.

*Intensidade: evitar cargas excessivas. Iniciar com um trabalho muscular em torno de 40 a 60% da carga máxima (1RM), ou seja, um treinamento de resistência muscular localizada.

*Volume: evitar grande número de repetições e séries extensas. O número de exercícios deve ser reduzido e devem ser usados exercícios multi-articulares, priorizando os grandes grupos musculares. A quantidade de exercício deverá aumentar conforme a resposta fisiológica de cada aluno.


Comentários + Novo Comentário

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios