Close

Sign In

Close

Equipes gaúchas buscam o título da Liga Futsal – Edição de Abril de 2018

A Liga Nacional deste ano promete ser uma das mais equilibradas dos últimos anos, pois após quatro rodadas, há um equilíbrio muito grande entre as 10 principais equipes. São apenas três pontos de diferença na tabela de classificação entre o primeiro e o décimo colocado.
Em minha opinião, vamos ter seis equipes brigando no final pelo título da liga. As equipes que irão brigar pelo título são: Magnus e Corinthians, de São Paulo; Carlos Barbosa e Atlântico, do Rio Grande do Sul; Joinville e Jaraguá, de Santa Catarina. Pode haver alguma surpresa com as equipes do Paraná, mas é difícil.
Carlos Barbosa e Atlântico reforçaram os seus planteis e já buscam as primeiras colocações na tabela de classificação. São as equipes juntamente com a Assoeva os representantes do nosso estado na liga nacional. A Assoeva, vice-campeã da Liga passada, perdeu seus principais jogadores e não contratou, então dificilmente fará uma boa campanha novamente. Carlos Barbosa praticamente renovou todo o seu plantel, ficando só os principais jogadores do ano passado: Marlon, Julio Zanotto, Felipe Valério, Bruno Souza, Mithyuê e João Sala. Foram contratados: Gian Wolverine, goleiro que está de volta; Pesk, pivô; Lé, fixo; Valdin, ala que estava na Assoeva no ano passado e o ala Douglinhas. São as principais contratações e as novidades e apostas de Marquinhos na gurizada: Vini, Felipe, Andrew, Piter e Eduardo. Com essa renovação no plantel, o Carlos Barbosa quer brigar este ano pelo título da liga.
O Atlântico de Erechim também renovou quase todo o seu plantel, fazendo oito contratações: Selbach, Cleber e Cabreúva, alas; Allan, Silva, Wilsinho e Lucão, fixos; Cappa e Jê, pivôs. O Atlântico também contratou com o objetivo de brigar pelo título da liga nacional. As duas grandes contratações do Atlântico foram Cabreúva e Jé, dois jogadores da seleção brasileira.

Inter fora da Copa do Brasil
O Inter, mais uma vez, decepcionou a sua torcida e foi eliminado da Copa do Brasil pelo Vitória, da Bahia, nos pênaltis. O time ainda não inspira confiança em seu torcedor. O nosso time tecnicamente é limitado, temos uma referência técnica que é o D’Alessandro, que não tem resistência física para jogar uma partida inteira e nas disputas de velocidade no meio campo faz falta, comprometendo o rendimento do time. D’Alessandro tem que jogar, mas precisa de companheiros com nível técnico melhor.
O Inter precisa de lateral direito, um segundo volante que saiba jogar e tenha posse de bola, um meia para ser companheiro do D’Alessandro e uma mudança de técnico, na minha opinião, um treinador que consiga dar um padrão de jogo ao time, com posse de bola e aproximação das linhas, tanto para defender como atacar, não temos nada disso. Se continuarmos assim vamos sofrer para nos mantermos na série A do brasileirão, infelizmente.

BATE PRONTO
*Grêmio cada vez mais ajustado como equipe. Vai brigar por títulos este ano, novamente.
*Grêmio tem Marcelo Grohe, Jeromel, Arthur e Luan, jogadores em nível de seleção, que estão entre os melhores do país. Maicon, Everton, Jailson, Michel, Ramiro, André e Paulo Vitor jogam em qualquer equipe do Brasil.
*O Grêmio hoje tem um dos melhores planteis do Brasil e joga o melhor futebol, na atualidade. Vai dar muitas alegrias a sua torcida.

MEMÓRIAS DO ESPORTE

Equipe de Futsal do Saci, década de 70. Em pé: Miller, Tulu e Euler. Agachados: Maurinho, Renan e Chicão.

 

 

 


Comentários + Novo Comentário

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios