Close

Sign In

Close

Coluna Marcos Nepomuceno 27/09/2013

AS ELEIÇÕES
Enquanto assistimos a criação de mais partidos políticos no país, bem como o início de várias negociações com vistas a eleição presidencial, principalmente, em nível regional, já percebemos movimentação na área política, tudo buscando fortalecer possíveis candidaturas ou então abrir caminhos para novas propostas com vistas ao pleito de 2014. Já comentamos na semana passada, aspectos da eleição que se avizinha e a movimentação com relação a prováveis candidaturas a deputado. As eleições de 2010, trazem alguns parâmetros e que devem ser analisados, talvez, por candidatos que buscam a reeleição ao Parlamento Gaúcho e a Câmara Federal, em Brasília.

CRESCIMENTO
O deputado estadual do PTB, Ronaldo Santini, tem trabalhado intensamente em sua primeira gestão como parlamentar, buscando certamente aumentar sua votação em 2014, quando abriu novas frentes em inúmeros municípios no Estado. Eleito representante do povo com 35.029 votos, existem projeções de que o deputado lagoense deve aumentar significativamente sua votação, superando os 50 mil votos. São apenas previsões. Em Lagoa Vermelha, ele somou 7.474 votos, 47,46% da preferência do eleitorado. Outra pergunta que fica no momento sem resposta, é a de que o deputado Santini repetirá ou aumentará sua votação em sua terra natal. Tudo depende quem serão os candidatos pela região e, quem sabe, por Lagoa Vermelha.

LEMBRANDO
Recordando, em nível de Lagoa Vermelha, para o Parlamento Gaúcho, o deputado do PDT, Gilmar Sossella recebeu 728 votos, 4,62% da preferência do eleitor. Na sequência, Silvana Covatti, PP, outra eleita, recebeu dos lagoenses, 463 votos. Alceu Barbosa Velho, PDT, 273 votos e Luciano Azevedo, PPS, 234 votos. Com relação a Luciano Azevedo, destaca-se que o mesmo abriu mão de sua presença na Assembleia, sendo eleito prefeito de Passo Fundo.

APPIO
Se todos lembram, o deputado Francisco Appio, com o apoio do PP lagoense, recebeu em Lagoa Vermelha apenas 1.192 votos. Houve briga direta com seu conterrâneo, Ronaldo Santini, que somou mais de 7 mil votos. Appio baixou significativamente sua votação no município e também em Vacaria, seu principal reduto. No total, o líder progressista obteve em 2010 apenas 34.200 votos. Deve buscar, no próximo ano, a condição de candidato novamente, segundo ele mesmo afirma. Na eleição municipal de Vacaria, no ano passado, também não logrou êxito.

SGARBOSSA
As urnas em 2010 assistiram a presença de outro lagoense que buscava estar na condição de deputado estadual. O jovem Marcelo Sgarbossa, através do Partido dos Trabalhadores, disputou o pleito. Em sua terra natal, totalizou 665 votos, 4,22% de preferência dos eleitores. Acabou não se elegendo parlamentar. Mais tarde, em Porto Alegre, com mais de cinco mil votos, foi eleito vereador, cargo que desempenha desde o início do ano. Não temos informação se Sgarbossa voltaria tentar uma vaga a Casa do Povo Gaúcho.

MARQUES NETO
Outro nome diretamente ligado com nós lagoenses, em 2010, e que disputou a condição de deputado estadual pelo PMDB, foi o de Marques Neto. Em Lagoa Vermelha, totalizou 410 votos. Uma boa votação na época, tendo em vista a presença de nomes como de Santini e Appio, além é claro de Sossella. Não logrou êxito em seu projeto.

VINICIUS RIBEIRO
O jovem pedetista, Vinicius Ribeiro, hoje vereador em Caxias do Sul, recebeu apoio em Lagoa Vermelha para a Assembleia. Totalizou 157 votos. Terá ao seu lado, em 2014, o vereador Maurício Casarin, o mais votado em nossa cidade.

PETISTA
O pleito de 2010 realmente foi interessante. A lagoense Juçara Dutra Vieira, líder sindical através do Centro dos Professores, fez boa votação, onde angariou 1,91% de preferência dos eleitores, com 301 votos. Não foi eleita deputada estadual. Ela é irmã do ex-prefeito Francisco Dimorvan Dutra Vieira, de Capão Bonito do Sul.

DISPUTA ACIRRADA
Como notamos, os pleitos demonstram que a disputa regional com vistas a uma vaga a Assembleia Legislativa sempre é acirrada, pois não dispomos de muitos votos na região e que possam eleger vários candidatos ao mesmo tempo. É bom sempre lembrar que em Lagoa Vermelha, 199 candidatos a Assembleia receberam votação, demonstrando dispersão de votos e, quem sabe, deixando de fortalecer importantes candidaturas que poderiam beneficiar diretamente Lagoa Vermelha.

DADOS INTERESSANTES
O desinteresse do eleitor com vistas ao pleito para deputado é sempre maior do que em uma eleição em nível municipal. Na eleição passada, registramos uma abstenção de 3.603 eleitores, dos 20.627 cadastrados. E mais, 1.076 votos brancos, mais de 6%. O não comparecimento chegou ao índice de 17,47%.

A REGIÃO
Na 28ª Zona Eleitoral, mesmo com expressiva votação, o deputado Santini recebeu em cinco municípios, 8.902 votos. Lagoa Vermelha, 7.474 votos; Ibiraiaras, 383 votos; Caseiros, 486 votos; Muliterno, 102 votos; e Capão Bonito do Sul, 457 votos. Em percentuais, são ótimos os números. Mas, numa avaliação global, como afirmamos, a nossa região possui poucos eleitores em relação a outras, fazendo com que parlamentares identificados com o nordeste gaúcho, busquem outras regiões para fortalecer a presença na Assembleia Legislativa.

CÂMARA FEDEDERAL
Quando se fala em disputa envolvendo a Câmara Federal, o assunto não é diferente. Em Lagoa Vermelha, 122 candidatos receberam votação do eleitorado, demonstrando dispersão de votos. Beto Albuquerque, PSB, totalizou 1.435 votos. No momento, é cotado como candidato ao governo do Estado. Na segunda posição, no município, o eleito Vilson Covatti, PP, recebeu 1.375 votos. Luis Carlos Busato, PTB, 1.276 votos.

DEMOCRATAS
Outro parlamentar que obteve boa votação em Lagoa Vermelha, através de apoio liderado pelo ex-vereador Ivan Barreto, foi o deputado federal Onyx Lorenzoni. Supreendeu em 2010, conquistando 840 votos de Lagoa Vermelha.

OUTROS NOMES
Outros nomes de parlamentares mereceram destaque em Lagoa Vermelha para a Câmara Federal: Giovani Cherini, PDT, obteve 618 votos. Luiz Carlos Heinze, PP, 510 votos. Danrlei de Deus, PTB, 436 votos. Com relação ao ex-goleiro do Grêmio, uma ótima votação.

RECH
Em Lagoa Vermelha, em nível de Câmara Federal, tivemos a candidatura do vereador Clóvis Rech. No município somou 3.243 votos pelo Partido da República (PR). No geral, Rech obteve 8.253 votos da população gaúcha, não se elegendo. Mais tarde, ao disputar a reeleição para vereador, também não atingiu os objetivos.

COMUNISTA
Em nome de Capão Bonito do Sul, na região, o vereador André Oliveira, PC do B, colocou seu nome à disposição do partido para concorrer ao cargo de deputado federal. Somou em Lagoa Vermelha 464 votos. André Oliveira, que não se reelegeu vereador em Capão Bonito do Sul, agora preside o partido em Vacaria.

BRANCOS E NULOS
Para Câmara Federal, em 2013, os votos brancos chegaram a 1.509 e os nulos, 453.

OPINIÃO
Na avaliação do Delegado Regional do Trabalho de Lagoa Vermelha e integrante do PTB, Pedro Macari, na eleição ao governo do Estado, em 2014, Tarso Genro e Ana Amélia Lemos deverão disputar o segundo turno.

PT VENCEU
Ao governo do Estado, nos municípios de Lagoa Vermelha, Caseiros e Ibiraiaras, o PT venceu, através do nome do governador Tarso Genro. O Chefe do Executivo, por três vezes, já visitou Lagoa Vermelha. A pergunta que fica no ar é se, confirmada sua candidatura a reeleição, repetirá votação no município. Tarso somou 8.475 votos. Fogaça obteve a segunda colocação, 3.965 votos. Yeda, 2.683 votos. Ao contrário, os lagoenses preferiram José Serra (8.133 votos) em relação a Dilma (6.388 votos) para a presidência da República.

CAMPANHA
A Câmara de Dirigentes Lojistas de Lagoa Vermelha, a partir do dia 1º de outubro, lança a tradicional Campanha Compra Premiada CDL. O sorteio será no final do ano. Como primeiro prêmio, um carro Okm, Ford KA. A cada R$ 70 em compras, o consumidor terá direito a uma cautela junto as lojas associadas da entidade, que é liderada pelo empresário Euclides Renato Lago Spode.


Comentários + Novo Comentário

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios