Close

Sign In

Close

Alimentos que auxiliam no emagrecimento – Edição de setembro de 2013

O emagrecimento é um conjunto de fatores (reeducação alimentar + atividade física + descanso) e existem alimentos capazes de dar uma ajudinha na queima de gordura, alguns alimentos que, quando consumidos em quantidades ideais e associados aos outros fatores, auxiliam no processo de emagrecimento.

CHIA – Rico em ômega 3, a semente retarda o esvaziamento gástrico, fazendo com que os alimentos cheguem mais devagar ao intestino, aumentando a saciedade e diminuindo a fome. Quantidade sugerida: 2 colheres (sopa) de chia batida no liquidificador com suco ou água. Assim, ela se transforma em um gel que, no organismo, ocupa espaço até 12 vezes maior que a própria semente.

CHÁ-VERDE – Os poderes diurético, desintoxicante e estimulante são o grande atrativo da bebida, que não contém calorias. Os benefícios vêm, principalmente, de duas substâncias: cafeína e catequina. Ambas ajudam a impulsionar o metabolismo e aumentar o gasto calórico. Na prática, ele proporciona mais disposição e menos fadiga muscular, o que desperta uma vontade natural de mexer o corpo.

AVEIA – Está no rol das fibras que prolongam a sensação de saciedade, reduzindo a absorção de gordura dos alimentos e equilibrando o ritmo intestinal – que costuma ficar mais lento em dietas de restrição alimentar. Seu consumo deve ser associado à ingestão de água durante todo o dia para que ela não vire um bolo no intestino e provoque efeito contrário. A aveia ajuda a controlar o colesterol. Quantidade sugerida: adicionada à frutas, iogurtes, saladas, sucos ou vitaminas, 1 colher (sopa) ao dia é o suficiente.

ABACATE – Contêm ômega 9, o mesmo tipo de gordura boa presente no azeite, que tem ação anti-inflamatória e prolonga a saciedade. A substância também está relacionada à modulação do cortisol, o hormônio do estresse, que, se liberado em excesso, favorece o acúmulo de gordura abdominal. Como é calórico, evite adoçar. Quantidade sugerida: 2 a 3 colheres (sopa) ou meio avocado (um tipo menor de abacate) por dia.

IOGURTE – Só vale se for natural, com 0% de gordura e enriquecido com probióticos, as bactérias boas que vivem em nosso intestino e regulam seu funcionamento. Se estiverem em equilíbrio, você corre menos risco de ficar inchada e seu corpo consegue absorver bem todos os nutrientes vindos da sua dieta habitual. É uma opção de alimento com baixo teor calórico e alto valor nutricional. Trata-se de uma proteína magra, importante para aumentar a sensação de saciedade e preservar os músculos durante o emagrecimento. Quantidade sugerida: consuma até dois potinhos de 150 gramas todos os dias.

GELATINA – A versão sem açúcar tem pouquíssimas calorias e pode ser consumida algumas vezes ao dia para aliviar a fome. Uma dica é cortar em cubos e guardar na geladeira. Assim, você come sempre que tiver vontade de doces, evitando atacar guloseimas calóricas. O colágeno presente na gelatina contribui no combate à flacidez durante a perda de peso. Quantidade sugerida: até duas caixinhas ao dia.

LARANJA – Assim como outras frutas cítricas, é muito vantajosa para quem está de dieta. Primeiro, porque contém pectina, fibra solúvel que dificulta a absorção de gordura. A vitamina C, presente na fruta, além de fortalecer o sistema imunológico, participa da formação de fibras colágenas, que são responsáveis pela sustentação da pele. Quantidade sugerida: saboreie uma laranja ao dia ou uma porção de outras frutas cítricas, como limão, tangerina e abacaxi.

GENGIBRE – Faz parte do grupo de alimentos termogênicos, como a canela e a pimenta. Sua função é impulsionar o metabolismo, aumentando a quantidade de calorias gastas para manter o nosso organismo em funcionamento. Os benefícios são mais visíveis quando associadas à prática de exercícios. É mais vantajoso consumir a raiz fresca.

Mas lembre-se, um emagrecimento saudável é obtido através de mudanças de hábitos, com alimentação balanceada e atividade física constante.

gastro


Comentários + Novo Comentário

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios