Close

Sign In

Close

Hidroterapia – Fisioterapia no meio aquático – Edição de Agosto 2015

A hidroterapia pode ser reconhecida como, fisioterapia aquática, hidrocinesioterapia, piscina terapêutica, aquaterapia, terapia física aquática entre outras denominações, é um recurso terapêutico realizado exclusivamente pelo profissional desta área, de forma individual ou em grupo, em piscina coberta e aquecida com temperatura entre 32 a 34°C. Tem a finalidade de tratar e reabilitar pacientes reumatológicos, ortopédicos, neurológicos, pneumopatas, com doenças neuromusculares. Poucas são suas contra-indicações, entre elas, infecções de pele, infecções em geral, tímpano perfurado, incontinência fecal e urinária, eplepsia e pacientes com traumas em relação à água.
Na hidroterapia o terapeuta utiliza-se de técnicas com exercícios específicos, tais como: exercícios isométricos e isotônicos, alongamentos e relaxamentos, obtendo assim um melhor rendimento dos benefícios dos exercícios, que promovem alterações fisiológicas nos pacientes.
O corpo pode ser tratado como um todo dentro da água o que facilita a abordagem de pacientes com dores generalizadas, mas a doença para qual é prescrita, a hidroterapia sempre determina o método que deverá ser aplicado.
Na hidroterapia, devido às propriedades da água, é possível reduzir a carga provocada pelo peso do corpo sobre as articulações e ossos ao mesmo tempo que se mantém a resistência, permitindo o crescimento muscular rápido, mas sem provocar lesões em outros locais do corpo. A resistência natural da água auxilia no exercício promovendo uma reabilitação prazerosa e sem dor. Pacientes com artrite movem seus membros com mais facilidade. Também não há necessidade de se preocupar com a pressão sobre as áreas afetadas. Os exercícios, quando realizado sob a água não apenas ajudam no tratamento mas também ajudam os pacientes a recuperar muito mais rápido. Além disso, a água aquecida permite o relaxamento muscular e o alívio da dor.

Alívio da dor
Redução de edema
Fortalecimento muscular
Normalização do tônus muscular
Relaxamento e alívio do stress
Melhora da amplitude de movimento (ADM)
Diminuição do peso corporal quando imerso (devido ao empuxo que facilita manuseios, transferências e a marcha na água)
Melhora do equilíbrio (estático e dinâmico)
Estimulação sensorial, tátil e proprioceptiva
Condicionamento cardio-respiratório
Melhora da autoestima e melhora da independência funcional do paciente

Deve-se sempre lembrar que é frequentemente importante associar a hidroterapia com exercícios em solo visando assim a reabilitação completa do paciente no meio em que este vive.
A hidroterapia para gestantes deve ser indicada pelo obstetra e, normalmente, é usada para melhorar a circulação do sangue, reduzir o inchaço das pernas e diminuir a dor nas costas, pés e joelhos, por exemplo.

Diferenças da hidroterapia x hidroginástica

A hidroginástica é realizada por um profissional de Educação Física e é um conjunto de exercícios corporais realizados em uma piscina com objetivo da manutenção profilática da saúde. Visa o fortalecimento muscular, o condicionamento físico geral, cardiovascular e respiratório, constitui atividade física de participação ativa, proporciona bem estar e interesse ao praticá-la e ao melhor conhecê-la, criando novas relações com o próximo, o ambiente e consigo mesmo.
A hidroterapia, por sua vez, é um recurso fisioterapêutico que tem sido cada vez mais utilizado na área médica para se obter uma recuperação mais rápida e melhor dos pacientes. Na hidroterapia, são traçadas condutas e exercícios personalizados para cada pessoa ou grupo de reabilitação, de forma a acelerar e facilitar a reabilitação. Ela trata as disfunções ortopédicas, vasculares, respiratórias, traumatológicas, neurológicas e pós-cirúrgicas dentro da piscina.
Porém, as duas sendo distintas, contribuem para a saúde e bem estar das pessoas, melhorando as dores e o ânimo para a convivência diária. A hidroterapia é um excelente remédio contra a insônia.

fisiocentersuelen


Comentários + Novo Comentário

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios